Facebook Pixel

05/10/2017 publicado por

Toxina botulínica é uma boa aliada no combate ao envelhecimento?

Toxina botulínica é uma boa aliada no combate ao envelhecimento?

Envelhecer é um processo natural, progressivo, constante e ocorre em todo o corpo humano. Entretanto, não é só a ação do tempo que gera essas mudanças. O combate ao envelhecimento está diretamente ligado aos maus hábitos, como fumar, beber álcool excessivamente e ficar muito tempo exposto ao sol, sem proteção. Estes aspectos aceleram o envelhecimento: poros dilatados, ressecamento e manchas revelam o desgaste cutâneo.

Conheça as três camadas da pele:

  • epiderme: parte mais externa;
  • derme: composta de colágeno, queratina e outras fibras;
  • hipoderme: tecido adiposo que funciona como reservatório de energia e isolante térmico.

Com o tempo, as células passam a descamar na epiderme e com a queda dos hormônios, que é natural, a pele acaba ressecando. A hipoderme, com o passar dos anos, fica mais fina e vulnerável, diminuindo assim a firmeza e a elasticidade.

Combate ao envelhecimento

Vilões, o cigarro e o excesso de bebidas alcoólicas deixam marcas no rosto. Fumantes costumam ter rugas profundas ao redor dos olhos, da boca e nas bochechas. Já o álcool faz com que o corpo libere  radicais livres, que são oxidantes e aceleram o envelhecimento.

Hábitos saudáveis, além de emagrecerem, fazem bem para a pele. Alimentos ricos em fibras, saladas e frutas são fundamentais para combater o envelhecimento. Ao escolher suas refeições, dê preferência por aquilo que têm função antioxidante, como cenoura, chá verde, frutas cítricas, linhaça ou suco de uva integral. E claro, não se esqueça de ingerir muita água.

Ação poderosa da toxina botulínica

Se você não praticou os bons hábitos citados e já apresenta sinais de envelhecimento precoce, não se desespere. Há uma poderosa aliada na correção de problemas associados à contração muscular: a toxina botulínica.

Trata-se de uma substância derivada de uma toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Atualmente, a aplicação toxina botulínica é um método muito seguro para a correção de rugas na testa e na região dos olhos, o sorriso gengival  – quando a gengiva superior aparece durante o sorriso – , alguns tipos de enxaqueca e o bruxismo. Vale ressaltar que outro uso que tem ganhado destaque é no controle do suor excessivo.

A toxina botulínica age dificultando a transmissão do estímulo nervoso responsável pela contração muscular, fazendo com que haja um relaxamento na região. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica tem uma página exclusiva para esta toxina.

Há dois tipos de rugas:

  1. dinâmicas: aparecem quando fazemos “careta”;
  2. estáticas: estão sempre ali, mesmo com o rosto inexpressivo.

A maioria das rugas começa de forma dinâmica e, com o tempo, viram estáticas. Ambas podem ser tratadas com a aplicação de toxina botulínica, mas, se elas ainda estão na primeira fase, o tratamento é muito mais eficaz.

Prós e contras da toxina botulínica

O tratamento com toxina botulínica no combate ao envelhecimento revolucionou os procedimentos estéticos, mas ele não é eterno. Tem duração média de quatro meses. Outro ponto importante de esclarecer é que podem surgir pequenos hematomas, pois a aplicação é feita com agulhas. Entretanto, o processo, em geral, não é dolorido, pois são usados anestésicos.

Gestantes e pessoas com histórico de alergias à toxina não devem fazer uso da toxina botulínica. É imprescindível o acompanhamento profissional especializado para assegurar os bons resultados pois não está descartada a paralisia dos músculos adjacentes ao tratamento, caso o procedimento seja feito de forma incorreta.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a equipe de profissionais da Via Pelle,  especialista no combate ao envelhecimento. Conheça, também, outros tratamentos disponíveis no combate ao envelhecimento clicando aqui.