Facebook Pixel

23/08/2018 publicado por

Laser Fracionado de Co2 e Erbium: a tecnologia a favor do rejuvenescimento

Laser Fracionado de Co2 e Erbium: a tecnologia a favor do rejuvenescimento

laser fracionado é uma evolução da tecnologia a laser que surgiu em meados de 1960 para o tratamento e rejuvenescimento não invasivo.

Por ser aplicado de forma contínua, a recuperação demorava e poderia surgir complicações como cicatrizes, manchas e feridas crônicas.

Com o avanço tecnológico, em 2007 no Brasil, surgiu o Laser de Co2 Fracionado que consiste em aplicar feixes de luz através de micro pontos, fazendo com que se mantenham áreas intactas.

Esses micro pontos intactos auxiliam na recuperação mais rápida dos pontos atingidos pelo laser.

Laser Fracionado é uma energia que atravessa a pele doente ou envelhecida e estimula a produção de colágeno, responsável pela qualidade da pele.

Ele pode atingir áreas profundas auxiliando no tratamento de manchas, rugas e cicatrizes difíceis de serem alcançadas por outros tratamentos.

Laser Fracionado Erbium – a melhor tecnologia já criada.

Laser Erbium foi lançado no mercado brasileiro por volta do final de 2009, mas como era o auge da aplicação do Co2, não foi dado importância.

No mercado europeu ele já era reconhecido cientificamente e seu uso ultrapassou o Laser de Co2 tradicional.

Hoje, o Laser Erbium é o queridinho entre os famosos , pois seus resultados são melhores, a recuperação é mais rápida e a redução da dor é três vezes menor.

Quando o Laser Fracionado Erbium é indicado? 

O laser fracionado é indicado para o rejuvenescimento de várias partes do corpo: face, pálpebras, pescoço, colo, mãos, tratamento de cicatrizes de acne, cicatrizes hipertróficas, remoção de manchas superficiais e profundas da pele, tratamento de estrias e flacidez, rugas, fotoenvelhecimento, aspereza de pele, sardas e até tumores benignos da pele. 

Quais cuidados são necessários depois da aplicação do Laser Fracionado Erbium?

A recuperação ocorre a partir do terceiro dia e se estende até uma semana, mas alguns cuidados são necessários.

A pele apresenta uma descamação leve como se tivesse sido queimada pelo sol, e permanece um pouco avermelhada por até duas semanas, mais ou menos.

A exposição ao sol deve ser realizada com cuidado e diariamente é indispensável o uso de protetor solar, pois essa nova pele recuperada ou ainda em cicatrização está mais sensível e passível de manchar com maior facilidade.

Quantas sessões são necessárias?

Já na primeira sessão é possível ver melhoras significativas, mas para alcançar o resultado final são necessárias em média, de 3 a 4 sessões.

O paciente deve primeiro ser avaliado para saber as reais possibilidades de melhoras, pois cada caso é um caso.

Quem não pode fazer o tratamento?

O laser é contraindicado para gestantes, pacientes com infecções e doenças da pele em atividade e pacientes com doenças auto imunes.

Este procedimento é doloroso?

Ele é um procedimento doloroso sim, mas dependendo da região a ser aplicada, usa-se uma máscara anestésica previamente. 

Há casos em que é usado um analgésico potente para pacientes que não toleram qualquer tipo de dor. A aplicação é feita na clínica e o paciente é liberado logo ao final do procedimento.

Após a aplicação, é necessário ter alguns cuidados como higienizar e hidratar o local com produtos suaves e aplicar filtro solar evitando exposição ao mesmo.

Na Clínica Via Pelle você encontra esse procedimento, que é aplicado pela dermatologista Dra Fernanda Siroti, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia  e da Sociedade de  Laser. 

Agende sua consulta para saber quais os benefícios que sua pele pode alcançar com o Laser fracionado Erbium .