Facebook Pixel

05/07/2018 publicado por

Entrevista dada pela Dermatologista Dra. Fernanda Siroti, ao Jornal Folha do Batel

Entrevista dada pela Dermatologista Dra. Fernanda Siroti, ao Jornal Folha do Batel

Cada vez mais as pessoas buscam a naturalidade nos tratamentos estéticos. Por isso a Dermatologista Dra Fernanda Siroti tem se especializado também, em procedimentos que são alternativas ao botox e preenchimento facial.

Nesta entrevista, a dermatologista, que fundou sua clínica há 10 anos no Batel comenta as novas tendências para quem quer manter a aparência jovial sem exageros.

Qual é a idade certa para começar a se cuidar?

O trabalho do dermatologista atual também é preventivo. Começamos a apresentar os primeiros sinais de envelhecimento a partir da terceira década de vida. Quem pensa na prevenção pode começar seus cuidados nesse período. A perda de colágeno, porém, se acentua mais a partir da quarta década, quando os tratamentos para recuperação devem ser iniciados. Mas nunca é tarde para começar, sempre é possível recuperar a pele.

Muitas pessoas têm medo de procedimentos estéticos, pois se deparam com rostos muito artificiais. Que orientação você dá para quem tem esse receio?

Também me desagrada quando vejo pessoas com bochechas ou lábios muito volumosos. O trabalho do dermatologista atual não é esse. Além da técnica, o profissional tem que usar os melhores produtos e aliar senso estético para atingir bons resultados. Com o avanço da tecnologia nos laboratórios, os produtos injetáveis melhoraram muito. Hoje, alguns se acomodam tão bem à pele que deixam a aparência muito natural. Em vez de preencher, dar volume ao rosto, faço tratamentos injetáveis com estimuladores de colágeno, como o cálcio o ácido polilático, Eles firmam a pele sem mudar as proporções faciais, trazem resultados elegantes e não são definitivos. Se a pessoa gostar, pode refazer de tempos em tempos.

E o botox? É uma alternativa para rejuvenescimento?

Sim, sem dúvida. É um tratamento que já está consolidado há mais de 20 anos e realmente funciona para atenuar rugas da testa e ao redor dos olhos. Mas o resultado da sua aplicação não fica bem em todo mundo. Para quem tem muita flacidez, por exemplo, não fica bom. Por isso é importante uma avaliação médica individualizada e o segredo para dar certo e deixar o rosto harmônico está no refinamento da técnica de aplicação e no bom senso.

Como você vê o perfil dos pacientes atualmente, que buscam por tratamentos estéticos?

O paciente quer estar bem cuidado, mas com aspecto natural. Ele não deseja passar do ponto e transgredir para a artificialidade. Busca retardar os sinais de envelhecimento da pele sem tratamentos agressivos e sem risco de exageros. Recuperar suas aparência de alguns anos atrás, mas sem mudar suas características pessoais. Cerca de 40% são homens que querem se cuidar de maneira natural e pouco agressiva. Com a tecnologia atual, isso é totalmente possível. Alguns laseres, por exemplo, melhoram rugas, poros dilatados e a densidade da pele sem a necessidade de afastamento das atividades diárias. Além disso, os bioestimuladores de colágeno não alteram as características do rosto. Trabalhar a pele de dentro para fora traz resultados mais duradouros. Essa é a nossa filosofia de trabalho.

E o que é e como funciona o tratamento de reestruturação facial que tem sido apresentada nos consultórios de dermatologia?

Este procedimento é feito a partir de uma avaliação global do rosto e utiliza o preenchedor em áreas que apresentam desproporções e perdas do tecido gorduroso e consumo de colágeno.

Trata-se de uma técnica de aplicação profunda de ácido hialurônico de alta densidade para dar firmeza e sustentação à pele. Esse produto é aplicado em pontos específicos e, em vez de dar volume, confere firmeza e rejuvenesce. Funciona como um pilar, atuando nos ligamentos de sustentação da face.

Além de rejuvenescimento, quais são os tratamentos mais procurados na sua clínica?

Atuo em diversas áreas, como tratamentos para acne, rosácea, queda de cabelos. Tratamentos corporais, para redução de medidas, celulite e estrias também são muito procurados.

Nossa atuação é bastante ampla e conto com a colaboração de uma equipe bem treinada para que nossos protocolos realmente funcionem.

Dra. Fernanda Siroti
Dermatologista
CRM 21.257/Pr | RQE 16.985
Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologista (SBD) e Membro da Sociedade Brasileira de laser (SBLMC)