Facebook Pixel

30/06/2018 publicado por

8 tratamentos para acne na idade adulta

8 tratamentos para acne na idade adulta

Os tratamentos para acne podem ser bastante úteis na fase adulta, quando as indesejáveis espinhas voltam a lembrar a época da adolescência. Muito embora seja um problema recorrente durante o período da puberdade, alguns fatores podem levar ao aparecimento de espinhas na fase adulta. Felizmente, ao reconhecê-los, é possível que um dermatologista avalie especificamente cada caso e sugira o melhor tratamento.

Conheça oito tratamentos para acne na fase adulta

Ao persistir a incidência de acne, primeiramente, procure um dermatologista. Após a descrição das queixas, o especialista vai direcionar o tratamento conforme o grau e o tipo de manifestação apresentada. Assim, alguns tratamentos indicados são:

1. Microesfoliantes

São muito eficazes para reduzir a obstrução resultante dos poros;

2. Medicamentos tópicos

Reduzem a oleosidade a partir do controle de produção de gordura da pele;

3. Ácidos retinóico, glicólico e salicílico

Controlam a oleosidade e promovem a microesfoliação, renovam a pele e tem ação clareadora e secativa.

4. Antibióticos

São responsáveis por reduzir a proliferação de bactérias.

5. Ácido azelaico

Possui ação antimicrobiana e diminuição de ácidos graxos livres da superfície da pele.

6. Anticoncepcionais

Os que possuem ação anti androgênica regulam as alterações hormonais e bloqueiam a ação do hormônio masculino, principal causador da acne.

7. Tratamentos a laser

São capazes de inibir o crescimento das bactérias causadoras da acne e diminuir a inflamação da pele.

8. Isotretinoína

Por ser derivado da vitamina A, possui efeito de redução definitiva das glândulas sebáceas, retornando-as ao tamanho normal.

O que causa acne na fase adulta?

A acne é causada por um desequilíbrio das glândulas sebáceas e decorre pela influência dos hormônios sexuais. Por isso, aparecem, normalmente, durante a puberdade. As espinhas e os cravos se manifestam devido ao aumento da secreção sebácea, resultando no estreitamento dos poros.

A obstrução retém a secreção dentro da pele, dando origem aos cravos. Os cravos também podem elevar a proliferação de bactérias que levam às inflamações maiores, o que ocasiona o aparecimento das espinhas.

Fora a predisposição genética, alguns fatores favorecem o surgimento das espinhas na idade adulta:

  • alimentação rica em gorduras, açúcar e produtos enlatados;
  • uso de cosméticos, anabolizantes, corticóides e excesso de vitamina B;
  • métodos anticoncepcionais também acarreta no aparecimento da acne, como minipílulas compostas por progesterona, contraceptivos injetáveis e o uso do dispositivo intrauterino (DIU).

Dicas para evitar as acnes

Algumas medidas podem ser muito eficazes para prevenir o aparecimento da acne. São elas:

  • manter hábitos de limpeza da pele, como lavar o rosto duas vezes por dia com sabonetes específicos;
  • alimentação restrita à laticínios, já que os mesmos pioram as lesões de acne em pessoas mais predispostas;
  • evitar o uso de cosméticos e maquiagens pesadas, que pioram o quadro de oleosidade da pele e obstruem os poros;
  • controlar o estresse é muito importante para amenizar os níveis de cortisol, fator responsável por induzir a formação de oleosidade da pele;
  • proteger-se da exposição solar é muito importante para prevenir a acne,  atentando-se sempre aos protetores solares livres de óleo;
  • fazer exercícios regularmente ajuda a diminuir a acne, já que a prática atua na diminuição do hormônio cortisol.

Gostou do tema? Em caso de dúvida, entre em contato e deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante para nós!